segunda-feira, 4 de dezembro de 2017

Leitura 18/2017 - Redimida


LEITURA 18/2017 - REDIMIDA

Autor: Kristin Cast, P. C. Cast

Editor: Saída de Emergência

Avaliação: ✰✰

Nº de páginas: 352

Tempo de leitura: 1 semana

Sinopse: No último livro da série bestseller «Casa da Noite» a Luz e a Escuridão enfrentam-se e o mundo nunca mais será o mesmo. 
Zoey Rebdird está em perigo. Isolada dos seus amigos, a jovem está determinada a encarar o castigo que merece – mesmo que tal signifique que o seu corpo rejeite a mudança e comece a definhar. Só o amor dos que lhe são próximos poderão salvá-la do vazio do seu espírito, mas um mal terrível emerge das sombras, mais poderoso que nunca…Neferet fez-se finalmente conhecer perante os mortais, coroandose de Deusa Negra e preparando-se para escravizar todo o mundo.
Os vampyros da Casa da Noite trabalham com a polícia reagrupando os recursos que possuem, mas nada parece suficiente para vencer Neferet – a não ser que o vampyro que manipule os elementos possua também o dom de manusear Magia Antiga. Somente Zoey Redbird é herdeira de tal poder… mas devido às consequências de ter usado Magia Antiga no passado, Zoey não pode ajudar ninguém. Neste último romance da série «Casa da Noite» terá lugar a batalha épica entre a Luz e a Escuridão – a batalha que definirá quem será redimido… ou quem ficará perdido para sempre.      
Opinião: Depois de 12 livros finalmente acabei a serie Casa da Noite. Simplesmente adorei. Redimida é o último livro sobre a história de Zoey. A meio da saga achei que a história não desenvolvia mas depois voltou à essência dos primeiros livros, mas com a protagonista a ter menos namorados. Finalmente podemos ver o fim de Neferest e o que acontece aos restantes personagens. Na página da autora no goodreads ela escreveu que vai haver mais livros mas sem se centrar na Zoey. Estou curiosa para ler.

    Acompanhem o Facebook.
    Boas leituras 
    AS

    Leitura parada

    LEITURA PARADA


    Este post é um pouco diferente do que costumo partilhar mas é mais um desabafo. Este ano baixei muito o número das minhas leituras e não vou conseguir o que planeei no Goodreads. O motivo principal para isto estar a acontecer é a dificuldade em encontrar disposição para terminar certos livros.
    No fim de Outubro comecei a ler as Horas Distantes que recebi no meus anos. Pensei que ia adorar a leitura, mas a verdade é que mais de um mês depois, ainda não ultrapassei as 200 páginas. Além da falta de tempo, há também o facto de o livro ser, na minha opinião, uma verdadeira seca e, por isso, mesmo quando tenho um tempinho, não pegar nele.


    Entretanto o espaço na prateleira para os livros emprestados e emprestados da biblioteca acabou por ficar cheio. Decidi começar uma nova leitura e em dois dias já estou quase a terminar.



    Não gosto de deixar leituras a meio, mas neste caso teve mesmo de ser.
    São da mesma opinião que eu? Já leram algum dos dois livros?
    Costumam parar leituras?

      Acompanhem o Facebook.
      Boas leituras 
      AS

      domingo, 26 de novembro de 2017

      Robert Pattinson em Portugal

      ROBERT PATTINSON EM PORTUGAL



      Eu sei que não costumo trazer o tema cinema para o blog mas neste caso tinha mesmo de escrever sobre isto.
      Li o livro Crepúsculo numa noite e fiquei fã da saga. Claro que vi os filmes mas sinceramente não gostei da adaptação, porém adorei os atores e por isso não podia perder a chance de ver ao vivo o ator Robert Pattinson.
      Ele veio a Portugal para participar no festival Leffest para duas sessões de filmes em que participa. O que eu fui foi no cinema Monumental e fui ver o filme Good Time. Nunca tinha participado em nada assim, mas por 4 euros
      (com desconto aderente FNAC) podia ver não só o filme mas também participar numa sessão de questões com o autor. Cheguei meia hora antes e a sala estava metade cheia. Consegui um bom lugar mas o meu telemóvel não é bom o suficiente para fazer uma reportagem fotográfica.
      Primeiro foi a sessão de perguntas que começou com uns 7 minutos de atraso, nada de mais, e a entrada do ator foi feito de forma natural com muitos aplausos. Achei estranho ser no início pois no site do evento dizia que era no final. Houve uma primeira apresentação com o produtos Paulo Branco e depois seguiram-se as perguntas do público.
      Nessa apresentação o produtor Paulo Branco disse claramente que era o ator estava lá para falar do filme e até perguntou se alguém já tinha visto o filme. Sem uma estatística clara, posso dizer que mais de 90% não tinha visto, logo perguntei-me porque é que estavam a fazer no inicio. Mas como nunca tinha ido...
      Havia uma rapariga do evento com um microfone para o publico fazer perguntas. A primeira era de uma rapariga brasileira que ofereceu um presente ao Robert e deu-lhe elogios. As perguntas eram normais e a respostas decorreram normalmente.
      O pior da sessão foi que o produtor Paulo Branco foi extremamente rude com a rapariga do microfone. Acho que poderia ter a tratado de forma diferente, ou então terem dado indicações antes.
      De todas as perguntas que fizeram tenho a realçar que uma das personagens mais desafiantes para ele foi o Edward porque teve que interpretar 5 vezes. Houve só uma rapariga que se atirou a ele mas o publico não reagiu. Ele comportou-se de maneira simples à situação.
      Em suma fiquei mais fã. Sobre o filme posso dizer que adorei. É diferente de tudo o que o ator fez. De lamentar também que não houve autógrafos.




        Acompanhem o Facebook.
        Boas leituras 
        AS


        segunda-feira, 20 de novembro de 2017

        Leitura 17/2017 - Quatro


        LEITURA 17/2017 - QUATRO

        zoom

        Autor: Veronica Roth

        Editor: Porto Editora

        Avaliação: ✰✰

        Nº de páginas: 208

        Tempo de leitura: 3 dias

        Sinopse: Para os fãs da saga «Divergente», pela autora bestseller do New York Times Veronica Roth, surge "Quatro", um volume complementar que inclui 4 novas histórias anteriores à narrativa principal e 3 cenas exclusivas de «Divergente» – todas contadas do ponto de vista de Tobias Eaton.Lidas em conjunto, estas histórias iluminam segredos obscuros da vida de Tobias e acompanham o seu processo de integração na fação Intrépidos. Finalmente, fornecem em primeira mão momentos privilegiados entre os protagonistas da saga.        

        Opinião: Adorei o primeiro livro, divergente. Ma a continuação da história não me empolgou o suficiente para ler logo estes livro. Às vezes zango-me com a autora.
        Depois os filmes também não foram incríveis, bem pelo contrário.
        Assim sendo, enquanto procurava um livro pela biblioteca encontrei este. Adoro a personagem de Tobias. É forte mas querido ao mesmo tempo e como o ator no filme faz uma interpretação magnifica da personagem ainda mais gosto, Quatro conta a história de Tobias desde que ele estava nos abnegados até à morte de Tris. Não é uma história repetida mas sim, um complemento. Para quem gostos da saga divergente e mesmo para quem não gostou do final vai gostar deste livro. Uma das partes que mais gostei de ler foi quando a mãe de Tobias o procura. Podemos ver a revolta dele, assim como a integração dele nos intrépidos o ajudou.

          Acompanhem o Facebook.
          Boas leituras 
          AS

          sábado, 11 de novembro de 2017

          Leitura 16/2017 - Só trabalho


          LEITURA 16/2017 - SÓ TRABALHO

          zoom
          Autor: Nora Roberts

          Editor: Harlequin

          Avaliação: ✰✰

          Nº de páginas: 320

          Tempo de leitura: 2 dias

          Sinopse: O novo cliente da publicista Juliet Trent, o famoso chef italiano Carlo Franconi, não era apenas um mestre na cozinha, mas também um autêntico sedutor com fama de mulherengo. Só uma mulher lhe resistia: a fria e esquiva Juliet, a sua relações públicas numa tournée promocional pelos Estados Unidos. Embora parecesse fascinante a Carlo, Juliet tinha por norma não misturar negócios com prazer. Contudo, quando o apaixonado cozinheiro italiano se empenhou em despertar o seu apetite amoroso e em lhe demonstrar que certas regras existem para ser quebradas, Juliet descobriu que, com Carlo, tudo era um prazer.

          Opinião: Para quem acompanha o blog sabe que eu ando viciada nos livros da Nora Roberts. Este livro é bem soft e uma leitura bastante fácil.
          A história é sobre Juliet, uma agente, e Carlo, um chef italiano. Carlo está em digressão pelos Estados Unidos para divulgar o seu mais recente livro de culinária e é Juliet que o vai acompanhar como relações públicas. Juliet está focada no seu trabalho e nem sequer gosta/sabe cozinhar e por isso não se deixa derreter no inicio pelo mulherengo Carlo.
          É um bom romance para se ler no sofá em dias de chuva e que se quer descansar.

            Acompanhem o Facebook.
            Boas leituras 
            AS

            quarta-feira, 8 de novembro de 2017

            Leitura 15/2017 - A Culpa é das Estrelas



            LEITURA 15/2017 - A CULPA É DAS ESTRELAS

            zoom


            Autor: John Green

            Editor: Edições Asa

            Avaliação: ✰✰

            Nº de páginas: 256

            Tempo de leitura: 4 dias

            Sinopse: Apesar do milagre da medicina que fez diminuir o tumor que a atacara há alguns anos, Hazel nunca tinha conhecido outra situação que não a de doente terminal, sendo o capítulo final da sua vida parte integrante do seu diagnóstico. Mas com a chegada repentina ao Grupo de Apoio dos Miúdos com Cancro de uma atraente reviravolta de seu nome Augustus Waters, a história de Hazel vê-se agora prestes a ser completamente rescrita. PERSPICAZ, ARROJADO, IRREVERENTE E CRU, A Culpa é das Estrelas é a obra mais ambiciosa e comovente que o premiado autor John Green nos apresentou até hoje, explorando de maneira brilhante a aventura divertida, empolgante e trágica que é estar-se vivo e apaixonado.

            Opinião: Ouvi falar muito deste livro e já há muito tempo que o queria ler. Não foi certamente a melhor escolha para ler durante as ferias porque é muito triste.
            É difícil falar desta história quando acho que toda a gente já a leu.
            Já sabia que a protagonista tinha cancro e que há um filme baseado no livro. Mas ao não saber muito mais consegui apreciar a leitura.
            Hazel sofre com uma doença terminal e participa num grupo de apoio onde conhece Augustus, um sobrevivente ao cancro. Aí começa o desenrolar da história. Tudo em volta da descoberta de um livro sem fim que Hazel adora.
            O que eu mais gosto é da escrita. é uma história que parece real. Conseguimos sentir a raiva interior de Hazel, a tristeza dela de ver os pais a sofrer pela doença dela, as modificações na sua vida devido à doença. Tudo em redor da doença. Quando Augustus aparece, ela começa a ver que pode ter um vida um bocado mais normal com um namorado. É um daqueles livro que todos devem ler!!
            Mais alguém leu? E o filme? Aconselham-me a ver??



              Acompanhem o Facebook.
              Boas leituras 
              AS

              segunda-feira, 6 de novembro de 2017

              Leitura 14/2017 - Perigosa

              LEITURA 14/2017 - PERIGOSA


              zoom
              Autor: Madeline Hunter

              Editor: Edições Asa

              Avaliação: ✰✰

              Nº de páginas: 336

              Tempo de leitura: 2 dias

              Sinopse: Tristan, duque de Castleford, acaba de herdar uma pequena casa e, com ela, uma grande surpresa: Daphne Joyes, uma bela mas agressiva inquilina. O irreverente Tristan deixa logo bem claro que tenciona seduzila, dar-lhe prazer, e vê-la coberta apenas de diamantes. Mas Daphne conhece bem a escandalosa reputação do duque, e não está disposta a ceder às suas provocações. No entanto, ambos têm um inimigo em comum. Um homem cuja malevolência acaba por os ajudar de uma estranha e inesperada forma. Existe, todavia, um entrave: o segredo que Daphne guarda e que a leva a ser uma mulher extremamente cautelosa. Mas embora o seu novo senhorio seja arrogante e se entregue a uma vida de deboches (exceto às terças-feiras!), Daphne dá por si a baixar perigosamente a guarda. Até porque, afinal, os diamantes ficam bem com tudo… e também com nada…

              Opinião: Depois de ler o primeiro livro da serie As Flores Mais Raras passei para o quarto. Sim, eu sei que não deveria fazer assim, mas era o único que encontrei na biblioteca e antes que alguém o leve, decidi saltar dois livros. Sem dúvida nenhuma que esta autora é a minha descoberta de 2017. Neste quarto livro podemos descobrir mais sobre uma personagem do primeiro livro: Daphne.
              Daphne é a dona da casa que abriga algumas raparigas que ficaram com a reputação estragada ou simplesmente que precisam de abrigo. Para arranjarem dinheiro, elas plantam flores que são conhecidas na cidade. Tristan herda a casa e aí começa mais um romance. A opinião dela sobre ela não é das melhores, pelo contrário, ele é um libertino. Para ele, ela é um mistério e ele não desiste facilmente de brincar com ela.
              Pelo meio há segredos e diamantes. A insinuação aos diamantes na sinopse do livro é muito boa e tem mesmo de ler para perceber.
              Também gostei de saber o que aconteceu aos outros casais. Pelo menos ao do primeiro livro, e de saber os outros dois casais pertencentes ao livro dois e três. Mais um livro que recomendo totalmente a quem adora romances.
              Podem deixar indicações de romances nos comentários. 

              Outras opiniões da serie As Flores Mais Raras:
              Deslumbrante (Livro 1)

                Acompanhem o Facebook.
                Boas leituras 
                AS

                domingo, 5 de novembro de 2017

                Leitura 13/2017 - Felizes para sempre



                LEITURA 13/2017 - FELIZES PARA SEMPRE

                zoom



                Autor: Nora Roberts

                Editor: Chá das Cinco

                Avaliação: ✰✰

                Nº de páginas: 288

                Tempo de leitura: 3 dias

                Sinopse: Enquanto relações públicas de uma empresa de organização de casamentos, Parker Brown tem um talento excecional para realizar os sonhos das noivas mais exigentes. Mas é incapaz de sonhar sobre o seu próprio futuro. O mecânico Malcolm Kavanaugh adora descobrir como funcionam as coisas. E perceber os segredos de uma mulher complexa e deslumbrante como Parker é um desafio.
                Parker e Malcom, quando estão juntos, fazem faísca. Mas ambos sabem que passar de um pequeno flirt a uma relação séria é um passo muito importante. Os riscos que Parker correu nos negócios sempre valeram a pena, mas arriscar o seu coração é algo que a jovem não sabe se pode fazer... Felizmente, Malcom irá mostrar-lhe que a vida é demasiado curta para não ser vivida ao máximo.


                Opinião: Vou ser sincera, gosto mais de J. D. Robb do que Nora Roberts, mas do pseudónimo só li a saga mortal. Os romances da Nora Roberts são fofinhos mas não têm a emoção e o fôlego da história da Eve e do Roarke. Felizes para sempre conta a história de Parker que transforma  a própria casa numa grande organização de casamentos. Parker é a organização em pessoa e com a ajuda das amigas torna-se uma grande empresária do mundo dos eventos. As amigas são ambas comprometidas, uma delas com o seu irmão. Malcolm, um mecânico e amigo dos rapazes, vai ser o que irrita Parker.
                No inicio achei um bocado cliché pois os dois que são solteiros são os protagonistas, porém a Nora tem um jeito especial para contar romances. Tal como Nicholas Sparks, a receita parece ser a mesma em todos os livros mas tem algo que nos vicia. Em suma, não foi o melhor livro que li mas é uma leitura fácil.
                Há por aqui fãs da Nora Roberts?

                  Acompanhem o Facebook.
                  Boas leituras 
                  AS

                  sábado, 4 de novembro de 2017

                  Leitura 12/2017 - Deslumbrante

                  LEITURA 12/2017 - DESLUMBRANTE

                  zoom


                  Autor: Madeline Hunter

                  Editor: Edições Asa

                  Avaliação: ✰✰

                  Nº de páginas: 320

                  Tempo de leitura: 2 dias

                  Sinopse: Numa época em que a reputação de uma mulher é o seu bem mais precioso, Audrianna desafia todas as convenções. Ela é uma jovem determinada, independente… e disposta a tudo para aniquilar o seu adversário, o altivo Lord Sebastian Sommerhayes. A uni-los está um homem: o pai de Audrianna, que morreu envolto nas malhas de uma conspiração. Para Audrianna, essa tragédia significou o fim da sua inocência. Para Sebastian, que liderou a investigação, foi apenas uma morte merecida. Audrianna jurou limpar o nome do pai, mas nunca esperou sentir um desejo tão avassalador pelo homem que o arrasou. A busca pela verdade vai levá-la demasiado longe numa sociedade que é implacável perante a ousadia feminina. Ao ver-se mergulhada num escândalo que pode ser-lhe fatal, Audrianna tem apenas uma inconcebível opção…  
                  "Deslumbrante" é o primeiro volume da série "As Flores Mais Raras". Mais uma apaixonante e sensual saga histórica pela mão da Rainha do Romance


                  Opinião: Esta é para mim a autora do ano. Cada vez mais leio livros dela. São romances daqueles "fofinhos" mas sem serem demasiados previsíveis. Adoro ir à biblioteca e escolher um livro ao calhas. Este foi uma dos casos. Tudo começa quando Audrianna, depois da morte do pai, tenta salvar a reputação dele, mas para seu adversário tem Sebastian. Sebastian é ao inicio um conquistador de mulher e arrogante porém ao desenrolar da história torna-se um querido para Audrianna. Ou seja, eles são o típico casal que se tratam como cães e gatos. O que eu mais gostei em Audrianna é a força dela numa altura em que as mulheres eram consideradas fracas.
                  Para quem adora romances tem de ler este!
                  O melhor é que este livro pertence a uma série :D

                    Acompanhem o Facebook.
                    Boas leituras 
                    AS